Nutricionista dá dicas para quem não abre mão do chocolate

Alimento, rico em flavonoides, é opção para muitos que sofrem com a ansiedade, mas deve ser consumido com atenção 

A incerteza e o medo causados pelo novo coronavírus têm afetado diretamente o humor do brasileiro. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Brasil é considerado o país mais ansioso do mundo. E que a ansiedade e o consumo de chocolate estão ligados não é novidade para ninguém. Rico em flavonoides, o doce tem o poder de aliviar a ansiedade, prevenir a depressão, promover bom humor e bem-estar, além de ajudar na concentração e no raciocínio.